Você está pensando em viajar de carro? Na Nativics preparamos este roteiro de 5 dias para você descobrir alguns dos lugares mais bonitos da Serra de Tramuntana, como Valldemossa e Deià. Além disso, adicionámos um dia para visitar Palma para que possa conhecer a capital da ilha. Uma cidade cheia de vida com um centro histórico empolgante e uma imponente catedral de frente para o mar. Este plano inclui 4 noites de hospedagem e café da manhã em um dos hotéis selecionados por nossos especialistas, no belo município de Valldemossa, e bilhetes para a Real Cartuja e o Museu Municipal de Valldemossa.

5 Dias / 4 Noites
++
a partir de
259 €
por pessoa

Te interessa?

Faça sua busca e garanta o melhor preço.

Detalhes da experiência

Guia de viagem de 5 dias. Percurso de carro Valldemossa, Deià e Palma

Dia 1:

Chegada a Valldemossa. Descobrindo uma cidade de conto de fadas

Assim que você pisar em terras de Maiorca, vá para Valldemosssa. Se você chegar ao aeroporto ou ao porto comercial de Palma, levará cerca de 30 minutos de carro. Depois de deixar as malas no hotel, é hora de explorar alguns dos lugares de interesse de Valldemossa e caminhar por suas belas ruas de paralelepípedos com suas casas combinando.A poucos metros, você encontrará a Igreja de San Bartolome. Esta igreja do século XIII tem o nome do santo padroeiro de Valldemossa, São Bartolomeu. Esta igreja paroquial de estilo gótico com torre sineira neoclássica está aberta aos seus paroquianos e ao público em geral. Você pode entrar durante o dia para contemplar sua abóbada branca, sua rosácea e suas pinturas. Apesar de modesta, esta igreja é a mais bela e forma o centro da cidade. De fato, antes de chegar, você verá sua cúpula da estrada. Uma imagem idílica. 


Em frente à Igreja de San Bartolomé, você encontrará o local de nascimento da Beata Santa Catalina Thomás, >padroeiro de Valldemossa, nascido no século XVI. Não tem horário de visita, pois foi convertida em capela em sua homenagem e alguns portões a protegem. Conhecida como la beateta, Santa Catalina Thomás é a santa mais venerada de Maiorca, pois foi a primeira santa maiorquina. Os seus restos mortais permanecem intactos no Convento de Santa Madalena, em Palma, onde entrou aos 21 anos. A ele são atribuídos vários milagres, o aparecimento de santos e a experimentação do maior êxtase da história (21 dias). Assim, foi beatificada em 1792 e santificada em 1930. 


Depois de visitar a casa da "la beateta", podemos continuar a apreciar as ruas calcetadas, as plantas que enfeitam as casas e chegam ao Mirador de Sa Miranda des Lledoner. De lá você pode ver vistas espetaculares e, se quiser, sentar em um bar, cafeteria ou restaurante.



O que você vai ver hoje?

Dia 2:

Visita à Cartuxa Real de Valldemossa

Depois de tomar o pequeno-almoço no fantástico hotel que seleccionámos para si, poderá visitar o conjunto monumental da Cartuja de Valldemossa. Com sua cúpula verde, tem sido um refúgio para grandes artistas e personalidades. O pianista Frédéric Chopin passou aqui os seus últimos dias, numa das celas dos Cartuxos, onde compôs algumas das suas obras e onde ainda está guardado o seu piano. 

No complexo pode desfrutar do Palacio del Rey Sancho e a sala de concertos, onde desde 1932 é exibido onde o próprio músico tocou. Aliás, ao longo da manhã, acontecem várias apresentações de piano, incluídas no bilhete que reservámos para si. Além disso, o bilhete inclui ainda uma visita à Igreja da Cartuxa, à antiga farmácia monástica, pertencente aos monges (cartusianos), Frédéric Chopin e George Sand, e o Museu Municipal Valldemossa, dividido em quatro secções: uma exposição da antiga prensa Guasp, uma das mais bem conservadas da Europa, e uma colecção de 1.590 matrizes xilográficas dos séculos XVI a XIX; um quarto para o arquiduque Luis Salvador da Áustria; uma sala de obras de pintores que se inspiraram nesta parte da ilha, a Serra de Tramuntana e, por fim, uma colecção de Arte Contemporânea.  


Para finalizar, nada melhor do que passear pelos jardins do Rei Juan Carlos e sentar para descansar. Se procura um lugar para comer ou jantar, tanto no miradouro de Sa Miranda, como na Via Blanquerna e na Calle Uetam, encontrará uma grande variedade de opções. Esta cidade é pequena então tudo é muito perto, é uma questão de caminhar e sentar no lugar que você mais gosta. 


Você pode passar a tarde fazer compras nas lojinhas que encontrará ao longo do passeio marítimo ou simplesmente passear e desfrutar de uma boa esplanada. Mas, claro, você não pode sair sem experimentar a famosa batata coca, tradicional de Valldemossa. Nossa recomendação é que você sente para um lanche tranquilo e peça este pãozinho doce com uma xícara de chocolate.


O que você vai ver hoje?

Dia 3:

Descobrindo a pequena cidade de Deià

Este terceiro dia pode ser usado para descobrir Deià, outro município da Serra de Tramuntana que vale a pena conhecer e que fica a apenas 11 km de Valldemossa, cerca de 15 minutos de carro. Esta pequena cidade também foi a favorita de muitos pintores e artistas nos anos 60 e 70. De fato, o romancista Robert Graves, um dos primeiros amantes de Deià, está enterrado no cemitério. Este cemitério é um local de peregrinação, não só para os seguidores do escritor britânico, mas também pelas suas maravilhosas vistas sobre o mar e pela sua localização num dos pontos mais altos desta vila. No seu dia em Deià, você não pode deixar de visitar a igreja paroquial de San Juan Bautista, com entrada gratuita e aberta todos os dias, e o ponto de vista dos cânions , com algumas vistas espetaculares da Tramuntana.  Claro, reserve um tempo para sentar em um café e curtir a natureza. Se você for entre abril e outubro, do Camino des Racó, verá uma cachoeira que surge entre as montanhas. 


À tarde, pegue o carro e dirija-se ao mirante Sa Foradada, também localizado em Deià. Este lugar é um dos favoritos dos ilhéus para ver o pôr do sol, provavelmente um dos melhores de Maiorca. Recomendamos que chegue com tempo suficiente para apreciar este pôr-do-sol sobre o mar. Se você for nos meses quentes, encontrará um pequeno bar chill out aberto. Aproveite para tomar uma bebida enquanto vê o pôr-do-sol. Se você quiser almoçar ou jantar em Sa Foradada, há um restaurante, o único no local, com uma vista espetacular que paira como se de uma varanda sobre o mar. Claro, lembre-se de reservar com antecedência se quiser conseguir uma mesa...


O que você vai ver hoje?

Dia 4:

Visita a Palma: centro histórico, Catedral de Santa María, Lonja e compras.

De manhã, depois do pequeno-almoço, o nosso conselho é passar o dia a conhecer Palma, uma cidade cheia de vida e história. De carro, leva apenas 30 minutos para chegar lá. A primeira recomendação é que você vá ver a Catedral de Santa María, conhecida pelos maiorquinos como la Seu. Declarada Monumento Histórico-Artístico em 1931, a catedral de Maiorca tem uma localização privilegiada, de frente para o mar, e é de uma beleza incomparável, não só por ter a maior rosácea do mundo gótico, mas também por causa de sua estrutura construída em três naves e seus enormes portões, que não carecem de detalhes. 


Sob a catedral, você pode caminhar pelo Parc de la Mar,

forte> um parque com um grande lago de água salgada. Este parque é o epicentro de uma grande variedade de eventos e concertos e está localizado em frente às muralhas medievais que circundam toda a área. Ao pé da catedral, junto ao Parc de la Mar, encontra-se também o s'Hort des Rei, um pequeno jardim com um arco muçulmano e um lago de onde emergem várias fontes ao longo e que lembram os jardins do Generalife da Alhambra, mas em miniatura. Nestes jardins pode aproveitar para se sentar para descansar ou tirar fotografias. Claro, não deixe de visitar o lago que fica entre as muralhas e que abriga dois cisnes, muito queridos pelos palmeirenses e, sobretudo, pelas crianças. Se for hora de comer, recomendamos que Faça isso na área de La Lonja, onde há uma grande variedade de restaurantes ao longo de suas pequenas ruas e aproveite para visitar o edifício gótico civil de La Lonja, construído devido à grande actividade que decorreu no porto de Palma. Aqui os comerciantes se reuniam e acordos comerciais e operações bancárias eram realizados. Atualmente abriga exposições temporárias e a entrada é gratuita. Fecha ao meio-dia, portanto, se quiser visitá-lo, é melhor fazê-lo de manhã ou à tarde. 


Para terminar a tarde, nada melhor do que passear o Borne> e façacompras em Jaime III, o centro urbano por excelência dos maiorquinos. Lá você também encontrará muitos cafés e bares, bem como uma loja de departamentos espanhola. Se lhe apetecer um lanche típico, recomendamos que peça um llonguet quentinho. É um tipo de sanduíche feito com um pão típico da cidade de Palma que também é conhecido como “llagosta”, lagosta em espanhol, porque dizem que é melhor que o famoso crustáceo. Aliás, este rolê é tão importante que o povo de Palma também é conhecido como “llonguets”. O estabelecimento mais emblemático de Palma é o famoso e centenário Bar Bosch, no seu menu encontrará um extenso menu de “llagostes” com todos os tipos de recheios: sobrassada, queijo, presunto serrano, lulas, anchovas , frito maiorquino… Escolha o seu favorito e sinta-se um verdadeiro maiorquino. Se tiver tempo, pode perder-se nas ruas circundantes ou dirigir-se à Plaza de Cort, onde se encontra a Câmara Municipal de Palma.


Se você quer jantar e curtir o ambiente e uma boa bebida, Palma é o seu lugar, principalmente nos finais de semana. Aqui você encontrará uma grande variedade de restaurantes onde você pode jantar: comida mexicana, italiana, espanhola, indiana, peixe, carne... e onde você pode tomar uma bebida depois.

O que você vai ver hoje?

Dia 5:

Adeus a Valldemossa e regresso a casa

Último dia em Maiorca… A nossa recomendação é que se levante, tome o pequeno-almoço no hotel e desfrute do ambiente privilegiado em que se encontra. Depois, se tiver tempo, aproveite para passear pelos seus lugares favoritos em Valldemossa ou para fazer as últimas compras. Se quiser levar algum doce tradicional, lembre-se de pedir no dia anterior. Assim você vai levá-lo feito na hora e bem preparado para não ter problemas no aeroporto. Você não vai sair sem uma ensaïmada, não é?


Finalmente, lembre-se de sair com tempo suficiente para chegar ao aeroporto a tempo, especialmente se você aluguei um carro alugado. É aconselhável chegar com 2 horas de antecedência caso haja algum contratempo. Boa Viagem!





Atividades

Entre em contato com um especialista

Se você tiver alguma dúvida sobre essa experiência, se quiser mais detalhes ou se quiser personalizar sua viagem, não espere mais! Entre em contato conosco e ajudaremos você a personalizar sua viagem.

Contate-nos se precisar adicionar voos, aluguel de carros, traslados ou eventos à sua viagem. Resolveremos todas as suas dúvidas e ajudaremos você a finalizar sua reserva.